Empresário de shows Manoel Poladian revela que já tirou Rita Lee da cadeia

0
302
Empresário de shows Manoel Poladian revela que já tirou Rita Lee da cadeia (Foto: Reprodução Internet)
Empresário de shows Manoel Poladian revela que já tirou Rita Lee da cadeia (Foto: Reprodução Internet)
Tempo de leitura: 3 minutos

Em entrevista ao podcast EnterHits, o maior empresário do show business brasileiro Manoel Poladian conta a história de como precisou tirar Rita Lee da cadeia

Após contar que os Titãs não queriam gravar o Acústico MTV, maior sucesso de sua carreira, Manoel Poladian, empresário conhecido por trabalhos com Daniela Mercury e Simone, entre outros, declarou, em entrevista exclusiva ao podcast EnterHits, que tirou Rita Lee da cadeia por iniciativa da cantora Elis Regina, de quem também era empresário.

Sob o comando de Enio Silvério e Reinaldo Barriga, a entrevista com Manoel Poladian abordou diversas curiosidades relacionadas ao seu trabalho como empresário de diversos artistas importantes, nacionais e internacionais, e produtor de grandes eventos musicais. Ao ser perguntado pelos entrevistadores sobre o episódio em que precisou intervir para libertar Rita Lee da prisão, Poladian declarou:

“Eu fui com a Elis (Regina) tirar a Rita Lee da cadeia. E a Elis foi tirar a Rita por solidariedade. Ela não tinha nenhuma relação de amizade com a Rita antes da prisão. A Elis era muito invejada por todos, pelos roqueiros, pelos sertanejos, porque ela era uma personalidade bastante incrível, uma pessoa fabulosa, uma perda muito grande”, lamentou.

Assuntos Relacionados

Poladian continuou: “Então, nessa época, a Elis me apresentou a Rita e, ao mesmo tempo, eu era empresário das cinco cantoras: Maria Bethânia, Gal Costa, Rita Lee, Simone e Elis Regina. (…) Com a Simone foi rápido, mas as outras continuaram. Agora, com a Elis, ela foi gravar nos Estados Unidos com uma banda de jazz famosa (Weather Report), e (até então) a Elis nunca tinha se drogado”.  

Na sequência, Enio comentou sobre um boato da época, de que Rita Lee teria dito para Elis Regina que ela estava velha demais para usar drogas. Questionado sobre a veracidade dos fatos, Poladian afirmou: “A Rita Lee jamais falaria que ela era muito velha. A Rita Lee falou pra Elis que ela era leiga e teria que tomar cuidado e não ousar”. 

“Parece até que tem algumas pessoas que começaram o uso de drogas e tem anticorpos pra se proteger das drogas. Começam cedo e conseguem ir até longe, como Tim Maia e outros. Não muito longe… Mas a pessoa que se droga depois de uma certa idade, há riscos enormes, e talvez foi a segunda vez que ela (Elis) usou, uma bobagem (se referindo à quantidade de droga usada) e acabou morrendo”, concluiu Poladian.

A cantora Elis Regina faleceu em 19 de janeiro de 1982, aos 36 anos. A autópsia realizada em seu corpo revelou que a causa da morte foi a mistura de álcool e cocaína. Seu velório foi realizado no Teatro Bandeirantes, no centro de São Paulo, e o cortejo foi acompanhado por milhares de pessoas.

Assista ao trecho do vídeo da entrevista com Manoel Poladian:

Poladian revelou que Titãs não queriam gravar seu maior sucesso

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Após falar sobre o sucesso do RPM e declarar que a banda fez o que nenhum sertanejo jamais conseguiu fazer, o empresário Manoel Poladian contou que os Titãs não queriam gravar o álbum “Acústico MTV”, sucesso mais expressivo de sua carreira.

Poladian criticou o rock pesado que os Titãs estavam fazendo na época, recheado de palavrões, o que trouxe para a banda um período de queda expressiva na venda de seus álbuns.

Convencido por Marcelo Fromer, então guitarrista dos Titãs, Poladian revelou que aceitou trabalhar com eles sob a condição de que gravassem o Acústico MTV. Alguns integrantes do grupo eram contra, mas a exigência de Poladian se mostrou acertada. Até hoje, o álbum já vendeu 6 milhões de cópias e é o maior sucesso da carreira da banda.

Advertisement