Romildo Bolzan abre o jogo e fala francamente sobre saída de treinador: ‘dificuldade enorme’

0

O Grêmio vive um momento conturbado na temporada e corre sério risco de ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Atualmente, a equipe ocupa a 18ª posição na tabela do Brasileirão, com 36 pontos. Em meio ao momento difícil, o presidente do Imortal Tricolor, Romildo Bolzan Jr., deu entrevista ao programa Seleção SporTV, do SporTV.

Entre os vários assuntos abordados, Romildo falou francamente sobre a saída de Renato Portaluppi do comando da equipe, no início da temporada. Renato era treinador do Grêmio desde 2016, conhecia o elenco, os bastidores do clube e tinha conquistado títulos importantes.

No momento da saída, o Grêmio já não apresentava o futebol de antes e havia perdido a decisão da Copa do Brasil para o Palmeiras. O Verdão sobrou nas duas partidas e foi campeão nacional sem sustos diante de um time fragilizado. Renato escalou Paulo Victor no gol e foi criticado.

Ao falar sobre a saída do treinador, Bolzan afirmou que o clube decidiu dar mais espaço aos jovens jogadores após Renato Portaluppi deixar a equipe. Segundo o presidente, era tradição do clube dar espaço aos mais jovens no elenco. Com Renato, porém, o elenco do Grêmio era mais velho, com jogadores mais rodadas, escolhido a dedo pelo treinador.

“A saída dele realmente cria no ambiente de transição uma dificuldade enorme”, explicou o presidente, que citou ainda modificação de métodos e de sistema como exemplos da mudança. Para Romildo Bolzan, Tiago Nunes e Felipão, que vieram depois de Renato, além do atual treinador Vagner Mancini, interpretaram melhor a situação.

Leave A Reply

Your email address will not be published.