Mandetta desiste de disputar a Presidência da República em 2022

0

O ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (MS) disse à cúpula do União Brasil, partido resultado da fusão entre DEM e PSL, que desistiu de disputar a Presidência da República em 2022. Ele deve concorrer a uma vaga no Senado ou na Câmara dos Deputados pelo estado do Mato Grosso do Sul. A reunião ocorreu na última terça-feira (23/11).

Dessa forma, a lista de pré-candidatos perde um nome e abre ao partido a possibilidade de apoiar algum dos postulantes de outras siglas. As conversas ocorrem com o PSDB, que deve lançar um João Doria (PS) ou Eduardo Leite (RS), e o MDB, com a senadora Simone Tebet (MS). Contudo, não está descartada uma candidatura própria.

“Nós estamos sempre com sentimento de ter candidatura própria, mas conversamos com pré-candidatos. Assumir uma candidatura à Presidência é um esforço muito grande e a gente está com cautela”, disse o presidente do União Brasil, Luciano Bivar (PE), ao Metrópoles.

0

Mandetta era o último presidenciável do partido, que chegou a ter três cotados para a sucessão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Antes, o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, deixou o DEM pelo PSD e deve concorrer ao Planalto. O outro nome da sigla era o apresentador de TV José Luiz Datena, que deve acabar disputando o Senado pelo estado de São Paulo.

Mandetta foi ministro da Saúde do governo Bolsonaro entre 2019 e 2020, no início da pandemia da Covid-19.

Leave A Reply

Your email address will not be published.